Mundo Nerd. Filmes, séries, livros, jogos, eventos, lugares, animes, HQ's e desenhos.

claraenedino

Apresentação + [CRÍTICA] Lego Batman + [Bônus] Assassin’s Creed










Apresentação + [CRÍTICA] Lego Batman + [Bônus] Assassin’s Creed

Oi gente! Fui exposta. Conseguiram me desenterrar de debaixo de toneladas de livros e séries e me trazer para a superfície, só para escrever aqui <3. Então, apresento a vocês mais um espaço conquistado para a cultura nerd! *yeee fogos de artifício*! E, como eu sou a “ela não sai desse celular” da família, vou tentar conseguir falar um pouco de tudo que o povo gosta: filmes, séries, livros, jogos, *respira*, eventos, lugares, animes, hqs, desenhos, entre outras coisinhas que adoramos.
Portanto, como já dizia nosso Tio Ben, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, achei melhor começar os trabalhos logo hoje, e ainda trouxe um bônus pra vocês <3. Vida longa e próspera!

[CRÍTICA] Lego Batman
LEGO Batman é um filme de animação, feito – como o nome já diz – com peças LEGO. Lançado no dia 9 de fevereiro de 2017, o filme já lidera as bilheterias nos EUA, principalmente por ser uma ótima opção para todos os públicos. A narrativa gira em torno de Batman, seu status de celebridade entre os cidadãos de Gotham e suas relações com os outros personagens, como Alfred, Coringa e seu recém-adotado “filho” Dick Grayson. Todo o problema começa quando o comissário de polícia Jim Gordon se aposenta e quem assume em seu lugar é Bárbara Gordon. A nova comissária apresenta propostas de uma polícia mais eficiente e menos dependente do Batman, que se mostra indignado com a ideia.

SPOILERS!

Crédito:AdoroCinema

Sinceramente, eu amei LEGO Batman. O filme mostra uma versão bem exagerada dos traços mais conhecidos do Batman, como o egocentrismo, a solidão e a teimosia. A história consegue ser bem leve e profunda ao mesmo tempo, ao abordar os relacionamentos de Batman com os personagens, principalmente com o Coringa –o palhaço fica muito magoado ao descobrir que Batman não o considera seu arqui-inimigo –; com seus colegas da Liga da Justiça, que aparecem na Fortaleza da Solidão do Superman, na festa de 57 anos da Liga – para a qual o Cavaleiro das Trevas não foi convidado –; com Alfred, que é retratado como pai adotivo do Bats e tenta educá-lo de várias formas; e com o primeiro Robin (Dick Grayson), que é adotado sem querer por Bruce Wayne. Batman se vê no meio de todos esses problemas enquanto tem que lidar com a horda de vilões trazidos da dimensão fantasma pelo Coringa. Além disso, os mais fãs do herói se divertem bastante com as diversas referências do filme à rivalidade com o Superman, por exemplo, e com as recriações de cenas dos quadrinhos e dos filmes anteriores em live-action. O espectador não para de se surpreender do começo ao fim – e quando eu digo do começo é literalmente do começo: Batman comenta até mesmo as logomarcas da Warner Bros. e das outras produtoras, além da brincadeira com uma frase de Michael Jackson, que aparecem no início do filme. Também temos várias referências aos Batmans clássicos, e inclusive uma apresentação do protagonista da sua música-tema.
Eu adorei o filme, e já quero assistir de novo! Para mim, vale 5 estrelas (apesar de eu ser suspeita para falar: Batman é um dos meus heróis preferidos ;P )

 [BÔNUS] Assassin’s Creed
Nesse aqui eu sei que estou um *pouquinho* atrasada mas eu realmente queria falar sobre ele, porque apesar das críticas que vi por ai, eu na verdade gostei do filme :D.
Assassin’s Creed é um filme de ação e ficção científica, adaptação para os cinemas do jogo de mesmo nome, foi lançado no dia 12 de janeiro de 2017, estrelado por Michael Fassbender, que faz o papel principal de Callum Lynch/Aguilar de Nehra. Callum descobre que seus antepassados faziam parte da Ordem dos Assassinos, e com a ajuda de um dispositivo chamado Animus, revive as memórias genéticas de seu ancestral Aguilar – um assassino espanhol do século XV. A partir daí, ele começa uma busca por um artefato chamado “Maçã do Éden”, que possui um poder imensurável e foi bem escondida por seu antepassado nos tempos da inquisição.
*Pode (ou não) conter spoilers* ;)

Crédito: AdoroCinema

Para as pessoas que acompanham a série de jogos, ou pelo menos já teve algum contato com a história de Assassin’s Creed, o desenvolvimento do filme foi quase perfeito, apesar de mostrar uma história e personagens que nunca existiram nos games. Na época que a produção ainda era um rumor, eu pensei que iríamos ver o famoso Desmond Miles e seu ancestral Ezio Auditore (<3) nos cinemas. Apesar da – leve – decepção, o desenrolar do filme é bem executado e temos várias referências e elementos da narrativa original, como os maravilhosos saltos de fé, a icônica águia dos assassinos e as lâminas ocultas. Por outro lado, para aqueles que não conheciam a história de Assassin’s Creed, vários pontos do filme ficaram obscuros. Por exemplo: a origem do conflito entre os assassinos e os templários quase não foi abordada, tornando os argumentos de ambos os lados para permanecerem com a Maçã do Éden bem superficiais. Outro problema se deu com as narrativas – de Callum e de Aguilar – serem contadas simultaneamente, e em alguns momentos se confundirem, além da pouca exposição do poder real da Maçã. Apesar de tudo, o filme foi bom, e provavelmente haverá continuações, que mostrem ainda mais elementos dos jogos (eu queria MUITO que mostrassem as missões navais, como em Assassin’s Creed: Black Flag) e que amarrem algumas pontas soltas da história.

Com certeza vale umas 4 estrelas :)
 
                 I’ll be back!

8 comentários:

Tecnologia do Blogger.